No último dia 8, ocorreu em Niterói o FLISoL – Festival Latino-Americano de Software Livre – que acontece desde 2008. A Digital Max, por ser uma escola pioneira no uso e no ensino de tecnologias compostas por Software Livre, foi convidada a participar do evento e ajudar ainda mais na propagação desses softwares. No Festival, diversas entidades locais se reúnem em eventos (palestras, workshops e apresentações) que falam sobre diversos temas regionais, nacionais e latino-americanos acerca de Softwares Livres em suas diversas áreas como a artística, acadêmica, empresarial e social. Durante o evento, é realizada também a instalação, de maneira gratuita e totalmente legal,  de Software Livre nos computadores dos participantes.

 

 Os alunos da Digital Max marcaram presença no evento. (Foto: Adrian/CFW)

Os alunos da Digital Max marcaram presença no evento. (Foto: Adrian/CFW)

No ciclo de palestras, que você pode conferir no site do FLISoL, diversos profissionais da área de tecnologia estiveram presentes. O professor Rafael Aragão, da unidade Digital Max de Nova Iguaçu, foi um deles, palestrando sobre E-Commerce com CMS WordPress – uma maneira gratuita e livre para você criar sua loja virtual e vender seus produtos sem precisar gastar com custos como o desenvolvimento de um site e sua hospedagem na web. Ficou interessado? Toda a palestra foi filmada pela nossa professora Karina, da unidade Digital Max de Niterói, e você pode ficar por dentro, em breve, no nosso canal do YouTube.

Professor Rafael Aragão falando sobre E-Commerce com CMS WordPress (Foto: Adrian/CFW)

Professor Rafael Aragão falando sobre E-Commerce com CMS WordPress (Foto: Adrian/CFW)

 

Segundo o coordenador geral do evento – Antônio Cardoso –, o FLISoL foi criado para mostrar que o mundo pode ser livre e ainda assim ser tão funcional quanto se usássemos softwares proprietários. O FLISoL acontece em mais de dezoito países da América-Latina todos os anos e a Digital Max é convidada de honra para participar de todas as suas edições.
Por Emmerson Silva Rocha, coordenador de ensino da unidade de Nova Iguaçu.

Na manhã do dia 28 de março foi a vez dos livreiros cariocas ficarem por dentro das novidades do mercado editorial. Com uma recepção animada e um banquete de café da manhã no Espaço NET Botafogo, o Encontro de livreiros e blogueiros organizado pelas Editoras Arqueiro e Sextante foi dirigido pelos atuais donos (Marcos e Geraldo) da editora.

Encontro de Livreiros e Blogueiros no Espaço NET Botafogo

Encontro de Livreiros e Blogueiros no Espaço NET Botafogo

Com a casa lotada, o evento focou em apresentar, de modo dinâmico e descontraído, os livros de lançamentos que logo estarão enchendo as prateleiras das livrarias do Brasil com milhares de exemplares.

O evento também foi prestigiado com o convidado Fernando Gabeira que apresentou a sinopse do seu livro ‘’Democracia Tropical’’ e contou um pouco de sua experiência política, além de expressar sua opnião da política atual no Brasil.

Gabeira também se disponibilizou em responder às perguntas da plateia e ao ser perguntado sobre ‘’as reformas do ensino médio’’ ele respondeu: ‘’Concordo que as escolas precisam de uma reforma, mas não do modo que a reforma está sendo feita. Acho que o Brasil deveria ser mais preparado para essa transformação.’’

Convidado Fernando Gabeira fala sobre seu novo livro

Convidado Fernando Gabeira fala sobre seu novo livro

Outra participante perguntou se ele achava que o Brasil tinha um salvador no momento. Ele  pareceu totalmente convicto ao responder: ‘’Não, nós não temos nenhum salvador…o Brasil está órfão de um Salvador’’.

O evento terminou com uma palavra de Reflexão e amor da mãe dos atuais donos da Arqueiro que transmitiu uma mensagem e um vídeo do atual Papa Francisco.

Além de um café da manhã maravilhoso de início, o evento terminou com os organizadores presenteando os participantes com sacolas de brindes com broches e livros de lançamento. Cinco das sacolas estavam sortidas com a nova edição de “O que é isso companheiro?” autografada, um dos livros de maior sucesso de Gabeira. Diz aí se foi ou não foi um luxo, hein?

Brindes recebidos ao final do evento

Brindes recebidos ao final do evento

 

Confira alguns dos lançamentos deste ano:

.Boneco de pano-Daniel Cole

.Dois a Dois-Nicolas Sparks

.Sol também é um estrela-Nicola Yoon

.Quando a Bela dominou a fera-Eloisa James

.Amanhã eu paro-Gilles Legardiner

 

Filmes baseados em livros que serão lançados em 2017:

.Tudo e todas as coisas

.A cabana

 

 

 

 

Por Larissa Cazé, CFW da Tijuca.

O Dia Mundial da Conscientização do Autismo, ou simplesmente Dia Mundial do Autismo, foi comemorado no último domingo dia 2 de Abril. A data serve para ajudar a conscientizar a população mundial sobre o Autismo, que é um distúrbio neurológico caracterizado por comprometimento da interação social, comunicação verbal e não-verbal e comportamento restrito e repetitivo. AZUL”cor símbolo do autismo” serve para chamar a atenção da sociedade para esta data.

Maby e Duda

Maby e Duda


Com essa ideia de conscientizar as pessoas, nós, funcionários da Digital Max Santos, no último dia 01 de abril vestimos Azul, pois em nossas escolas temos alunos com Transtorno do Espectro Autista (TEA).
No dia 02 Domingo, aconteceu também uma passeata na orla da Praia de santos em frente a lagoa do sapo, muitas pessoas com blusas, balões, cartazes e acessórios azuis para chamar atenção da população e afastar cada vez mais o preconceito. No final da caminhada teve show na concha acústica de Santos para as crianças e Adultos.
Conhecemos a Duda , um exemplo pra nós!
Ela é filha da Dryelli funcionária da Digital Max e ela nos contou um pouco sobre a história da Duda e como ela lida com TEA.

Equipe da DMx Santos

Equipe da DMx Santos


“O dia amanheceu azul. A Maria Eduarda, Duda ou Maroca como é carinhosamente chamada pela família, é uma menina com muita energia, bastante criativa e gosta muito de dançar.
Duda diz que será uma linda bailarina e que está treinando na escola junto com as amiguinhas.
Descobrir que a Maria Eduarda tem TEA (Transtorno do Espectro Autista) me deixou com medo do futuro dela.Como toda mãe, tenho medo que se um dia algo acontecer comigo  a pessoa que for criá-la não tenha a mesma paciência e compreensão que tenho. Lidar com a Duda exige muita paciência e tem horas que choro porque já não sei o que fazer para acalmá-la.
Mudar a rotina deixa ela um pouco perdida achando que tudo é mentira.
Duda não gosta de alguns alimentos e precisa estar tudo separado pra que ela consiga identificar  o que tem no prato.
Ela também apresenta retardo no fala, mas consegue  se comunicar, algumas vezes pedimos que ela repita o que falou porque não conseguimos entender direito.
As crises de nervo são constantes e é  o que mais me deixa desesperada, pois quero acalmá-la logo e muitas vezes não consigo.
A ansiedade e barulhos como fogos e trovões  fazem a Maria entrar em desespero e acalmá-la não é  fácil.Vamos iniciar o tratamento com terapia ocupacional e fonoaudióloga e espero que ela consiga evoluir.
Ela vive uma vida normal, adora os amiguinhos que tem e fica isolada apenas quando está chateada. O pior de tudo é  algumas pessoas não aceitarem que ela tem TEA e chamarem as  limitações dela de birras e falta de educação, eu sei o quanto é  difícil pra ela passar por algumas situações, mas sei que juntas vamos lutar por uma vida normal.”


Confira como foi nosso Dia com a pequena.
– menos preconceito e mais informações!💙

 

 

Por Maby Silva, CFW de Santos.